Cruzadas

Cruzadas

 - Batalhas
Você está aqui: Deus >> Cruzadas

Cruzadas - Uma Definição
As Cruzadas foram uma série de missões militares, geralmente organizadas e promovidas pelo Papa e/ou a Igreja Católica Romana. As cruzadas aconteceram entre os séculos XI a XIII dC. A intenção original das cruzadas era recapturar as terras "cristãs" que tinhas sido invadidas pelos muçulmanos.

Os cruzados usavam a cruz cristã como o seu símbolo. Eles acreditavam que o símbolo da cruz os tornava invencíveis contra os exércitos dos muçulmanos. A palavra "Cruzada" veio da palavra latina para "cruz de pano". Eventualmente, a palavra "cruzada" foi usada para descrever toda a jornada da Europa à Terra Santa.

Cruzadas – Um Breve Resumo das Principais Cruzadas
Primeira Cruzada: A primeira cruzada foi lançada pelo papa Urbano II após o Concílio de Clermont em 1095 dC. O Patriarca Ortodoxo Oriental de Constantinopla enviou uma carta ao Papa Urbano II pedindo por sua ajuda contra os invasores muçulmanos que os cercavam. Urbano fez um chamado para que os cristãos em toda a Europa recuperassem dos muçulmanos a Terra Santa, especialmente Jerusalém. Os cruzados da Primeira Cruzada partiram em 1096 e eventualmente recapturaram Jerusalém em 1099. No caminho para Jerusalém, os cruzados estabeleceram "reinos" para si próprios em várias cidades no Oriente Médio.

Segunda Cruzada: Logo após a Primeira Cruzada, os muçulmanos contra-atacaram e capturaram a cidade de Edessa em 1144 dC. São Bernardo de Clairvaux viajou por toda a Europa encorajando as pessoas a "tomar a cruz" e expulsar os muçulmanos do que haviam retomado. Na falta de um objetivo claro e persuasivo, e marcada por incompetência na liderança, a Segunda Cruzada foi um fracasso total.

Terceira Cruzada: A Terceira Cruzada foi lançada em 1189 dC. Em 1187 dC, os exércitos muçulmanos, liderados por Saladino, tinham reconquistado Jerusalém. Embora a princípio um enorme exército tivesse sido agrupado, a Terceira Cruzada acabou não tendo êxito. O Santo Imperador Romano, Frederico I Barbarossa da Alemanha, afogou-se em circunstâncias incertas no caminho para a Terra Santa. Ricardo Coração de Leão da Inglaterra foi capaz de recuperar várias cidades costeiras, mas não tentou retomar Jerusalém devido à falta de recursos. Ricardo Coração de Leão negociou um tratado de paz com Saladino, permitindo que os peregrinos cristãos entrassem em Jerusalém sem perigo.

Quarta Cruzada: A Quarta Cruzada começou em 1202 dC. Por falta de direção clara e de uma forte liderança, a Quarta Cruzada acabou resultando em uma batalha entre católicos e ortodoxos cristãos e na conquista de Constantinopla pelos exércitos cristãos. O conflito destruiu qualquer unidade que ainda existia entre os cristãos católicos e ortodoxos.

Quinta Cruzada: A Quinta Cruzada ocorreu em 1217 dC e foi liderada por André II da Hungria e Leopoldo VI da Áustria. A Quinta Cruzada teve êxito em capturar a cidade de Damieta, mas não conseguiu segurá-la por muito tempo, especialmente depois de uma derrota esmagadora na Batalha de Al-Mansura. Leopold e André receberam uma oferta para controlar Jerusalém e outros locais cristãos na Terra Santa em troca do retorno de Damietta ao controle muçulmano. No entanto, devido à sua inadequada arrogância, o cardeal Pelágio recusou a oferta, transformando a vitória em uma derrota total.

Sexta Cruzada: A Sexta Cruzada foi lançada em 1228 dC e foi liderada pelo Sacro Imperador Frederico II. A Sexta Cruzada terminou com um tratado de paz que deu aos cristãos autoridade sobre vários locais cristãos importantes, incluindo Jerusalém.

Sétima e Oitava Cruzadas: A Sétima e Oitava Cruzadas foram lideradas pelo rei Luís IX da França. Ambas foram desastres completos. Na Sétima Cruzada, Louis recapturou Damietta, mas depois teve seu exército derrotado. Em 1270 dC, Louis morreu antes de ser capaz de alcançar a meta da Oitava Cruzada.

Nona Cruzada: A Nona Cruzada foi liderada pelo rei Edward I da Inglaterra em 1271 dC. Ela foi uma tentativa de derrotar o sultão mameluco de Baibers. A cruzada fracassou, e Edward retornou à Inglaterra ao saber da morte de seu pai, Henry III.

Cruzadas - Por que as Cruzadas foram lançadas?
As Cruzadas foram respostas às invasões muçulmanas em terras previamente ocupadas principalmente por cristãos. De cerca de 200 dC a aproximadamente 900 dC, as terras de Israel, Jordânia, Egito, Síria, Turquia, etc. eram habitadas principalmente por cristãos. Entre 900 e 1075 dC, os muçulmanos invadiram estas terras e brutalmente oprimiram, escravizaram, deportaram e até mesmo assassinaram os cristãos que lá viviam. Em resposta, a Igreja Católica Romana e os reis/imperadores "cristãos" da Europa ordenaram que as cruzadas recuperassem a terra que os muçulmanos tinham tomado. À medida que as cruzadas progrediam, elas se preocupavam muito mais em estabelecer reinos que em recuperar as terras que haviam pertencido aos cristãos.

Leia Cruzadas Page 2 Agora!


Gostou dessa informação? Ajude-nos ao compartilhar esse artigo com outras pessoas usando os botões dos sites sociais abaixo. O que é isso?




Siga-nos:




English  
Social Media
Siga-nos:

Compartilhar:


Discipulado

Livro de João
Definição do Pecado
O que é Pecado
Imagem de um Anjo
Nenhum Suporte
O Cordeiro de Deus
O Diabo é real?
Teísmo Aberto
A Trindade
Conteúdo adicional ...

Adoração
Comunhão
Ministério
Evangelismo
 
 
Deus existe cientificamente?
Deus existe filosoficamente?
A Bíblia é a verdade?
Quem é Deus?
Jesus é Deus?
Por que a fé cristã?
Cresça com Deus
Assuntos populares
Desafios da vida
Recuperação
 
Pesquisar
 
Add Cruzadas to My Google!
Add Cruzadas to My Yahoo!
XML Feed: Cruzadas
Deus Página principal | Sobre nós | Perguntas Frequentes | Mapa do Site
Copyright © 2002 - 2014 AllAboutGOD.com, Todos os direitos reservados.