Clicky

Administração Bíblica

Administração Bíblica

 - O Coração da Questão
Você está aqui: Deus >> Administração Bíblica

Administração Bíblica: A Verdade Acerca do Dinheiro
Administração Bíblica requer uma visão cristã em relação ao dinheiro, diferente da visão do mundo secular. Este último associa riqueza a sucesso e felicidade, por isso a sociedade procura constantemente adquirir tanto dinheiro quanto possível. No entanto, a Bíblia expõe a inutilidade dessa busca ao revelar a verdade acerca do dinheiro. Os Salmos proclamam: “Todavia o homem, apesar das suas riquezas, não permanece; antes é como os animais que perecem” (Salmo 49:12). Podemos passar a vida inteira tentando juntar riquezas, mas a morte virá sempre, e o dinheiro não poderá acrescentar nada à vida.

Pode-se tentar argumentar que, apesar de o dinheiro não conseguir evitar a nossa morte, ainda assim deve ser procurado por trazer felicidade e satisfação. Salomão, um homem sábio e rico, defende que “O que amar o dinheiro nunca se fartará de dinheiro; e quem amar a abundância nunca se fartará da renda: também isto é vaidade. Onde a fazenda se multiplica, aí se multiplicam, também, os que a comem: que mais proveito, pois, têm os seus donos do que verem-na com os seus olhos? (…) A fartura do rico não o deixa dormir” (Eclesiastes 5:10-12). O dinheiro não tem valor. Nunca poderá satisfazer aqueles que o amam e, em vez disso, oferece bens frívolos e ansiedade. A busca de mais dinheiro traz consigo descontentamento, e não uma vida melhor.

Administração Bíblica: Aquilo que Tem Valor
Administração Bíblica não requer que um cristão despreze o dinheiro ou que deixe de o ganhar. O dinheiro é uma necessidade básica. Contudo, a Bíblia avisa que o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males (1 Timóteo 6:10). É importante não deixar que o dinheiro se torne o centro da nossa vida. Quando o dinheiro não é o objeto do nosso amor e devoção, então somos livres para nos focarmos em coisas mais importantes.

Boa administração encoraja um cristão a encontrar o que realmente tem valor na vida. Se o dinheiro não contribui muito para vida, então o que o faz? A Bíblia diz: “Aquele que confia nas suas riquezas, cairá; mas os justos reverdecerão como a folhagem” (Provérbios 11:28). Os justos, não os ricos, prosperarão (reverdecerão). Entretanto, como é que os justos conseguirão prosperar sem riquezas? Prosperarão porque compreendem e possuem aquilo que tem maior valor.

Os justos têm caráter. Como está escrito em Provérbios 22:1: “Mais digno de ser escolhido é o bom nome do que as muitas riquezas; e a graça é melhor do que a riqueza e o ouro.” Uma boa reputação, e não a acumulação de riquezas, deve ser o nosso objetivo na vida. O caráter permanece. O dinheiro não.

Acreditar em Deus garante ao justo uma vida inteira de riquezas (Romanos 11:33). Conhecer Deus e compreender o Seu amor são as verdadeiras riquezas eternas. O autor da carta aos Hebreus escreve: “Sejam os vossos costumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes; porque ele disse: Não te deixarei, nem te desampararei.” (Hebreus 13:5). O dinheiro não ama nem permanece. É Deus quem permanece e abençoa os seus filhos de uma forma imensurável – esta promessa satisfaz verdadeiramente, ao contrário do dinheiro.

Administração Bíblica: O Importante é o Coração
Administração Bíblica chama o cristão para dar a Deus através do dízimo, o que significa ‘a décima parte’, ‘um décimo’. O cristão deve, por isso, separar um décimo do seu rendimento para Deus.

Para Deus, a importância do dízimo não está na quantidade que é dada, mas sim no coração da pessoa no momento em que está a dar. A Bíblia conta-nos esta história: “E, olhando ele, viu os ricos lançarem as suas ofertas na arca do tesouro; e viu, também, uma pobre viúva lançar ali duas pequenas moedas; e disse: Em verdade vos digo que lançou mais do que todos esta pobre viúva; porque, todos aqueles deitaram, para as ofertas de Deus, do que lhes sobeja; mas esta, da sua pobreza, deitou todo o sustento que tinha” (Lucas 21:1-4). A viúva deu duas moedas de cobre – o que equivalia a uma fração de um centavo. Isto parece uma quantia mísera. No entanto, Deus enxergou-a com mais estima do que as ofertas enormes dos ricos. Por quê? Ao dar tudo aquilo que tinha, a mulher mostrou completa devoção a Deus. Ela estava disposta a oferecer tudo o que tinha como prova de amor a Deus.

Administração Bíblica é dar por devoção e não por obrigação. O importante é o coração daquele que dá – o cristão deve estar disposto a dar na pobreza, não na riqueza.

Administração Bíblica: Dar aos Outros e Tomar Uma Posição
Administração Bíblica fornece ajuda aos mais necessitados. A Bíblia diz: “A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e guardar-se da corrupção do mundo” (Tiago 1:27). Dar não se restringe ao dízimo. Deus manda que a nossa dádiva seja alargada àqueles que mais precisam dela – viúvas, órfãos e pobres. Como cristãos, devemos ajudar aqueles que precisam ao compartilhar as bênçãos que recebemos de Deus. Mesmo sabendo que o dinheiro não satisfaz, um cristão pode ter dificuldade em dar mais dinheiro. Contudo, a Bíblia promete que “O que é de bons olhos será abençoado, porque deu do seu pão ao pobre” (Provérbios 22:9). A pessoa generosa (a que é de bons olhos) recebe bênçãos ao dar. Quando oferecemos dinheiro a outros, recebemos riquezas de muitas outras formas. Como cristãos, está na hora de tomarmos uma posição por Deus. Mateus 6:24 diz: “Ninguém pode servir a dois senhores; porque, ou há-de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e ao dinheiro.”

Entre Deus e o dinheiro, qual é que vamos escolher para amar?

Aprenda Mais Acerca de Administração Agora!


Gostou dessa informação? Ajude-nos ao compartilhar esse artigo com outras pessoas usando os botões dos sites sociais abaixo. O que é isso?




Siga-nos:




English  
Social Media
Siga-nos:

Compartilhar:


Ministério

Administração Cristã
Administração Bíblica
Conteúdo adicional ...

Adoração
Comunhão
Discipulado
Evangelismo
 
 
Deus existe cientificamente?
Deus existe filosoficamente?
A Bíblia é a verdade?
Quem é Deus?
Jesus é Deus?
Por que a fé cristã?
Cresça com Deus
Assuntos populares
Desafios da vida
Recuperação
 
Pesquisar
 
Add Administração Bíblica to My Google!
Add Administração Bíblica to My Yahoo!
XML Feed: Administração Bíblica
Deus Página principal | Sobre nós | Perguntas Frequentes | Mapa do Site
Copyright © 2002 - 2017 AllAboutGOD.com, Todos os direitos reservados.